sexta-feira, 6 de agosto de 2010

:: A lição da borboleta ::



Monise Rezende | 06.08.2010 - Sexta-Feira

Um dia uma pequena abertura apareceu em um casulo e um homem observou, por longo tempo, a borboleta, que fazia enorme esforço para que seu corpo passasse através daquele pequeno buraco. Então pareceu, ao homem, que ela havia parado de fazer qualquer progresso. Parecia que ela tinha ido o mais longe que podia, e não conseguiria ir mais. O homem, condoído, decidiu ajudar a borboleta: pegou uma tesoura e cortou o restante do casulo. A borboleta, então, saiu facilmente. Mas seu corpo estava murcho, era pequeno e tinha as asas amassadas. O homem, feliz, continuou a observar a borboleta, esperando que a qualquer momento as asas dela se abrissem e esticassem, para serem capazes de suportar o corpo que iria se afirmar...
Nada aconteceu !
Na verdade, a borboleta passou o resto da sua vida rastejando com um corpo murcho e asas encolhidas. Ela nunca foi capaz de voar. O homem compreendeu que o casulo apertado e o esforço, necessários para a borboleta passar através da pequena abertura, era a maneira com que Deus fazia que o fluido do corpo da borboleta fosse para suas asas, para fortalecê-las, de modo que estaria pronta para voar assim que estivesse livre do casulo. Algumas vezes, o esforço é justamente o que precisamos em nossa vida. Se Deus nos permitisse passar através de nossas vidas sem quaisquer obstáculos, talvez ficássemos enfraquecidos.

Não iríamos ser tão fortes como podemos ser.


Pedi Força... E recebi Dificuldades para me fazer forte.
Pedi Sabedoria... E recebi Problemas para resolver.
Pedi Prosperidade... E recebi Cérebro e Músculos para trabalhar.
Pedi Coragem... E recebi Perigo para superar.
Pedi Amor... E recebi pessoas com Problemas para ajudar.
Pedi Favores... E recebi Oportunidades.
Não recebi nada do que pedi... Mas recebi tudo que precisava...

"Dificuldades reais podem ser resolvidas; apenas as imaginárias são insuperáveis."
(Monise Rezende)

Nenhum comentário: